A menina que escondia sapatos...



Pequena, frágil, carente de carinho. Sua infância foi marcada por muito cuidado e atenção de seu pai, que não a deixava sair de casa para brincar com outras crianças da vizinhança. Cresceu assim: sozinha e sem muitos amigos. O contato que tinha era apenas com seus colegas de escola, que as vezes vinham brincar em sua casa e com seus quatro irmãos...Mas não se sentia infeliz, não! Sentia apenas solidão, muita solidão!

Por isso, inventava histórias com as nuvens do céus, com a caravana de formigas que via pelo quintal e com as peças de roupas empilhadas que sua mãe lhe dava para guardar. Nesta tarefa ficava a tarde toda, pois, as camisas conversarem com as calças, os vestidos com as blusas e assim por diante...

Quando algum colega da escola vinha visitá-la, a menina tinha um comportamento aparentemente estranho...Ela escondia seus sapatos...E, quando eles queriam ir embora era aquele drama: estavam descalços e... cadê os sapatos? Não conseguiam encontrar! Eles choravam, reclamavam... mas nada disso adiantava: os sapatos não eram encontrados.

Sua mãe, que sabia o que estava aoontecento, dizia: - "Filha, devolva os sapatos para seus amiguinhos!" Mas, ela negava - firmemente - que os tivesse visto.

Ela cresceu...e até hoje, às vezes, sente vontade de esconder os sapatos de alguém...

Por Isabel_Alvaren

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGENS DE FORMATURA

"Solenidade de formatura - mensagens"

Lugar sem comportamento é o coração...