Postagens

Mostrando postagens de Setembro 5, 2010

Ainda sobre o amor....

Imagem
"...O amor, sendo divino pelo seu caráter criativo e transformador,
é também o que de mais humano existe.
No amor, com todas as minhas singularidades,
eu me irmano com toda gente.
E reconheço que, embora não saibamos muito bem
o que fazer com a essência desse lume,
ele clareia os caminhos e nos faz avançar,
e nos ajuda a ser mais parecidos com nós mesmos.
Mais inteiros.
Mais espontâneos.
Mais livres.
Mais generosos!

Embora não saibamos muito bem o que fazer com o amor,
ele sabe o que faz com a gente.
Ninguém, arrisco, permanece igual
depois da diferença de um encontro de amor.
Alguns se acovardam tanto,
que às vezes parece que é pra sempre.
Outros, passam a ter mais coragem,
ainda que com todo o medo.

Mas, pra gente viver não é preciso mesmo não ter medo.
É preciso, apesar dos medos todos,
ter valentia para ser e sentir,
essa capacidade que o amor, habilidoso,
consegue burilar com toda a calma do mundo em nós..."

Autora: Ana Jácomo
Disponive…

Quando o amor vem à tona...

Imagem
"Talvez o que mais nos assuste
quando o amor vem à tona
seja essa habilidade que ele tem para revelar
os nossos medos todos.
As nossas belezas.
As nossas feiuras.
As nossas sementes que puderam florescer com viço.
As nossas sementes que não conseguiram dizer suas flores.
As nossas sementes que temem florir.

Talvez o que mais nos assuste
quando o amor vem à tona
seja essa habilidade que ele tem para revelar
as nossas borboletas que souberam se desvencilhar dos casulos.
As nossas crisálidas apavoradas por se saber com asas,
embora sonhem, encantadas, com o néctar da vida.
As nossas feras vorazes e ressentidas.

Talvez o que mais nos assuste
quando o amor vem à tona
seja essa habilidade que ele tem
para revelar os nossos avanços. A nossa estagnação.
Os nossos fracassos.
As nossas vergonhas.
As nossas vaidades.
A nossa arrogância, que muitas vezes não é outra coisa
senão um disfarce que o embaraço usa
para esconder o conflito por sentirmos tanto afeto
sem saber direito como expressá-l…

Certezas...

Imagem
" Não quero alguém que morra de amor por mim…
Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.
Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo,
quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.
Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim…
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível…
E que esse momento será inesquecível..
Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre…
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém…
e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos,
que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras,
alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho…
Q…

Sobre sorrisos e saudades...

Imagem
...Cadê a minha flor de simpatia?...
Ah, se eu pudesse
Faria um projeto novo deste mundo
Juro que faria
Construiria um grande jardim
Do mundo todo
Só para a sua alegria
Tiraria os espinhos
E os esconderia
Ah, minha Linda...
A sua felicidade me contagia
Vai, ri, me dá essa alegria
Eu nem fico triste com a sua tristeza
Só para não te aborrecer
Eu sei que é da sua natureza
Não querer me ver entristecer
Mas você sabe...
Sabe que o motivo desse meu riso é você
Então ria lindo, minha Linda
Para eu continuar te tendo
Como estou acostumado a te ver
E tudo fica tão mais lindo quando minha Rosa sorri
Que, minha Linda, a Rosa já não pode morrer
A Rosa é para sempre
Como para sempre é o meu riso por você...
... O tempo pára, o ar estaciona no ar,
e a vida se congela numa grande saudade...

(Poesia publicada no Blog Poética, disponível em
http://poetica-jacque.blogspot.com/2010/09/sintomas-de-saudade.html)