Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 9, 2011

Tem encontros que reflorestam o coração...

Imagem
Tem encontros que são mágicos, nos trazem à tona, à vida. Encontros que trazem consigo a serenidade, a entrega sem medo, o aconchego, a certeza de que a vida é generosa. Encontros que libertam o melhor de nós, o lado mais sábio, sereno, a melodia da alma. Encontros que nos encantam com a possibilidade de ser feliz, navegar por águas tranquilas, respirar macio.


Tem encontros que estavam escritos na linha da vida, tinham que ser vividos, sentidos. Encontros de sonhos, desejos, vidas que se abraçam com laços de ternura e afeto. Encontros que acariciam a alma, provocam suspiros, reflorestam o coração. Encontros que nos brindam com o melhor espetáculo de todos, viver.


Tem encontros que o toque é arrepio, o beijo macio. Encontros que quando os corpos se unem o encaixe é perfeito, o amor é gostoso, o gozo maravilhoso. Encontros que trazem o desejo de uma vida compartilhada, fazer do amor a morada, do abraço agasalho, do caminhar a certeza de um presente encontrado. Encontros que dançam alegr…

Mudanças são construídas aos poucos...

Imagem
As coisas não se mudam rapidamente... Existe um processo de adaptação do novo em nossa vida... Primeiro, vem o incômodo, o desconforto; depois, a dessarrumação; por fim, a reorganização e a abertura de espaços para o novo!

É preciso abrir novos espaços... desocupar as gavetas... permitir que o novo chegue e se instale no nosso lado... É preciso permitir, com calma e paciência, que as sementes germinem em nossa vida...

Por Isabel_Alvaren

DESEJOS

Imagem
Desejo a você...
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com amigos
Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos
Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Música de Tom com letra de Chico
Frango caipira em pensão do interior
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho.
Sarar de resfriado
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Pegar um bronzeado legal
Aprender um nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém…

NÃO DEIXE O AMOR PASSAR

Imagem
"Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.

Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR."

Carlos Drummond de Andra

Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo,...

Imagem
Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo.
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.
Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.
Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já quebrei pratos,…